Whisky

Whisky

domingo, 11 de março de 2018

Desvendando Nº 66: Buffalo Trace Straight Bourbon



Conhecida anteriormente como Ancient Age, a Buffalo Trace fica num ponto onde manadas de búfalos cruzavam o rio Kentucky em suas migrações. A trilha que seguiam era conhecida como a Great Buffalo Trace.

A primeira destilaria do local foi estabelecida em 1857 pela família Blanton. Mais tarde seria dirigida pelo “aristocrata do bourbon”, Edmund Haynes Taylor, que batizou a fábrica de OFC, iniciais de Old-Fashioned Cooper Distillery. Mas foi Albert Bacon Blanton quem a fez crescer, apesar de inundações e da Lei Seca, pois foi uma das quatro destilarias que continuaram a produzir destilados para fins medicinais enquanto durou a Lei. Blanton, nos anos 1890 passou de funcionário de escritório a administrador e dono de parte da destilaria junto com George T. Stagg. Ele se aposentou em 1952, depois de 55 anos de serviço à empresa, e foi homenageado com uma estátua na destilaria e com o Blanton's Single Barrel Bourbon.

Este foi o primeiro bourbon de barril único comercializado, e foi introduzido em 1984 pelo então master distiller Elmer T. Lee, que agora também tem um whiskey batizado em sua homenagem.

A destilaria tem capacidade anual de 54 milhões de litros e o estilo da casa é notadamente doce, devido a inclusão de alta porcentagem de milho no mosto. Barris fortemente crestados são usados na maturação, e o destilado é filtrado a frio antes do engarrafamento, em vez de passar pelo método mais usual de filtragem a carvão. De acordo com a empresa, isto torna o whiskey mais saboroso.


A Buffalo Trace se orgulha de ter a maior variação de idades entre os whiskeys americanos, de 4 a 23 anos, e é a única destilaria dos Estados Unidos a usar cinco receitas, um wheat whiskey, um rye whiskey, dois straight bourbons e um barley.

Além do popular Buffalo Trace Kentucky Straight Bourbon, a destilaria também produz várias outras marcas, entre elas a Ancient Age, que era o nome da destilaria até 1999. Desde 2002, também produz destilado para a marca de whiskeys Van Winkle.

O que pude perceber:
Características: cor âmbar, médio corpo.
Aroma: adocicado, apimentado, amadeirado, herbal, amêndoas, baunilha e caramelo. O álcool, apesar dos 45% ABV, não é sentido. Nota-se uma presença de centeio que sobrepuja o milho, este quase não é sentido. A adição de um pouco de água realçou o centeio, surge um frutado, de frutas secas, algo como uvas passas. O milho, se é que tinha alguma evidência, some completamente. Terroso, mentolado, baunilha, e agora, um pouco menos amadeirado.
Paladar: chocolate amargo, picante, gengibre, um leve toque de limão, herbal, baunilha, caramelo, um pouco de açúcar mascavo e centeio. Possui uma finalização média, picante, que seca a boca. Com água o paladar fica um pouco menos picante, mais herbal, com amêndoas, chocolate ao leite e baunilha. A finalização fica com frutas secas e uma sutil picância.


Achei um bourbon fantástico. Superou minhas expectativas. Principalmente pelo fato de não ter o adocicado do milho evidente e realçar um pouco mais o sabor de centeio. É bem equilibrado neste quesito e não possui nenhuma presença de álcool, tanto no aroma quanto no paladar. Isto pode ser explicado pelo cuidado com o seu processo de produção. Cada edição do buffalo Trace é criada a partir de 35 barris, escolhidos a dedo pelo mestre destilador. A empresa se orgulha de sua exclusividade e qualidade natural de seus produtos.

Posso dizer com certeza, até aqui, que é o meu bourbon favorito. Uma pena ainda não ser comercializado no Brasil mas, quem tiver a oportunidade de encontrá-lo, pode comprar sem medo. Whiskey bem cremoso e agradável, fácil de beber. Excelente para acompanhar um charuto, os aromas e sabores se casam muito bem.




Buffalo Trace Kentucky Straight Bourbon

Bourbon Teor Alc 45%

Envelhecido um mínimo de 9 anos, tem aromas de baunilha, chiclete, menta e melado. Doce, frutado e apimentado no paladar, com carvalho e açúcar mascavo emergentes. A água libera intensas notas frutadas. O final é longo, picante e bastante seco, com baunilha se desenvolvendo.

2 comentários:

  1. Desses bourbons mais acessíveis, é disparado o que mais gosto. É um salto de qualidade em relação aos demais. Faz imaginar a maravilha que deve ser um Blanton’s, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiano, é incrível como bebidas feitas praticamente com os mesmo ingredientes conseguem ser tão diferentes. E o Buffalo Trace é diferenciado, ficando acima da média de outros bourbons. Não tive a oportunidade de apreciar o Blanton's ainda, mas deve possuir o mesmo padrão de qualidade. Um abraço.

      Excluir

Dê sua opinião: