Whisky

Whisky

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Desvendando Nº 23 – Jack Daniel's Single Barrel

Voltando a falar sobre a “família Jack Daniel's”, apresento hoje o Jack Daniel's Single Barrel. Como já havia falado bastante sobre a destilaria quando fiz os reviews do Old Nr 7 e do Gentleman, achei que não teria mais nada para dizer. Mas sobre Jack Daniel's, sempre há o que falar.


A empresa Jack Daniel's opera em grande escala. A destilaria produz cerca de 90 milhões de litros de álcool por ano. Dez milhões de caixas de whiskey são exportadas anualmente para 150 países diferentes, perto de 50% destinadas à Europa. Setenta e seis depósitos contêm 190 milhões de litros de destilado em maturação, e há 7 linhas locais de engarrafamento em operação.

Uma das curiosidades que sempre surgem, é sobre a sua garrafa. Os colecionadores sempre perguntam por que o whiskey Jack Daniel's, fabricado na pequena cidade de Lynchburg (com pouco mais de 5.000 habitantes), no estado americano do Tennessee, tem a garrafa quadrada.

Em 1866, Jack Daniel engarrafou pela primeira vez seu whiskey em jarros de barro com rolhas de cortiça. Para diferenciá-lo, começou a imprimir seu nome nos recipientes. Em 1870, as garrafas de vidro estavam na moda. Jack seguiu a tendência e começou a fabricar suas próprias garrafas, modelo padrão, com linhas arredondadas e com o nome da destilaria gravado em relevo no vidro. Em 1895 um vendedor que trabalhava na empresa de vidro Illinois Alton Glass Company mostrou um desenho novo e exclusivo de garrafa: quadrada com o gargalo afinado. Jack Daniel gostou tanto do novo modelo e decidiu que seu whiskey especial deveria ser vendido em uma garrafa diferente. Desde que foi apresentada, a mais de cem anos, a garrafa quadrada de Jack Daniel's virou um símbolo da marca e objeto imediato de reconhecimento por parte dos consumidores.


Sobre o Single Barrel, sua garrafa, assim como o próprio whiskey, são um pouco mais elaborados. Obtido através de um único barril, que normalmente fica no topo da pilha no armazém de envelhecimento, por cerca de 8 anos, o precioso líquido é engarrafado manualmente em elegantes garrafas de 750 ml, que levam a assinatura do Mr. Jack em alto relevo no vidro. Além disso, as garrafas são rotuladas com o número do barril, de qual fileira do armazém foi retirado e a data que o whiskey foi engarrafado. Sua receita é guardada em segredo pela destilaria. O exclusivo whiskey foi lançado oficialmente no mercado em 1997.

Minhas impressões:
Aroma: apesar dos 47% de teor alcoólico, o mesmo quase não é sentido no olfato. Doce característico. Baunilha, madeira tostada. Caramelo. Acrescentando um pouco de água o aroma ficou mais suave, acentuando as notas de carvalho.
Paladar: no paladar o álcool é sentido, dá uma ligeira dormência na boca. Sente-se um pouco da madeira chamuscada na primeira vez. Na segunda vez que se experimenta é que se começa a perceber os sabores, de baunilha, caramelo, mel. É um pouquinho picante. O álcool continua presente. Possui um final de médio para longo. Com água ficou mais fácil de beber. Pronuncia-se o gosto da madeira chamuscada e tanbém da baunilha misturada com açúcar queimado. O final fica um pouco mais curto.

É um whiskey escuro, encorpado. Não é tão doce quanto o Old Nr 7, mas a marca registrada, do sabor enjoativo (para mim) continua. O Single Barrel é para o whiskey americano o que o Single Cask é para o whisky escocês, o whiskey é engarrafado a partir de um único barril, que, segundo o marketing da destilaria, apenas um em cem tem a qualidade suficiente para ser engarrafado como Single Barrel.

Com este review, termino por apresentar as edições regulares da Jack Daniel's. Em resumo, como já havia dito, os três são o mesmo líquido, o que os diferencia são os métodos após a maturação, no Gentleman, mais uma filtragem, no Single Barrel, além de ser retirado de um único barril, sem misturar, um teor alcoólico mais elevado. Este é para ser apreciado com mais atenção do que o restante da família. Este impõe respeito.

Posts relacionados:


Jack Daniel's Single Barrel

Tennessee Whiskey Teor Alc 47%


Cativante e suave no olfato, com notas de pêssego, baunilha, nozes e carvalho. O palato comparativamente seco oferece grande profundidade, riqueza e elegância, com milho oleoso, malte e carvalho. O malte e o carvalho também são os pontos altos do longo final, junto com um toque de centeio apimentado.

2 comentários:

  1. Experimentei num casamento (onde a outra opção era Old Parr). Achei interessante, sabor complexo e muito forte, encorpado, masa ainda com um sabor irritante de álcool. No fim preferi ficar no Old Parr mesmo, Jack não me cai bem.

    ResponderExcluir
  2. Realmente este é um whisky mais forte da família Jack. Vai bem com um pouco de água. Mas compartilho com você o sentimento de que Jack não cai bem. Ainda bem que tinha o Old Parr para salvar a festa. Um abraço.

    ResponderExcluir

Dê sua opinião: